Eu Empregada Doméstica: uma análise da relação colonial entre patrões e empregadas domésticas brasileiras a partir de relatos compartilhados no Facebook

  • Lorena Muniz

Resumo

Este artigo pretende discorrer sobre a origem escravocrata do trabalho doméstico no Brasil e seu reflexo na pós-modernidade, tomando como indício os relatos compartilhados no Facebook através da página “Eu Empregada Doméstica” 1, que denunciam relações abusivas entre patrões e trabalhadoras domésticas, sobretudo mulheres negras.


Palavras-chave: empregadas domésticas; escravidão; mulheres negras; trabalho doméstico; direitos trabalhistas;


Abstract This article intends to talk about the slave origin of domestic labor in Brazil and its reflection in postmodernity, taking as evidence the reports shared on Facebook through the page "I Housemaid" 2 , denouncing abusive relationships between employers and domestic workers, especially black women.


Keywords: housemaids; slavery; black women; domestic work; labor rights;

Publicado
Dec 22, 2016
Como Citar
MUNIZ, Lorena. Eu Empregada Doméstica: uma análise da relação colonial entre patrões e empregadas domésticas brasileiras a partir de relatos compartilhados no Facebook. Dignidade Re-Vista, [S.l.], v. 1, n. 2, p. 9, dec. 2016. ISSN 2525-698X. Disponível em: <http://periodicos.puc-rio.br/index.php/dignidaderevista/article/view/223>. Acesso em: 08 dec. 2022.