Meu mangue tem frutíferas, onde canta o sabiá. As aves, que aqui gorjeiam, não gorjeiam como lá

Qualidade de vida em Porto de Trás e Jardim Gramacho

  • Raquel Souza
  • Flávia Sollero-de-Campos

Resumo

Resumo: Este estudo pretende, a partir de pesquisa empírica em áreas de mangues distintas, correlacionar a qualidade de vida de seus moradores e contextos socioambientais diferenciados. A partir destes dados, propõe-se estabelecer uma relação entre os locais Porto de Trás e Jardim Gramacho, com suas características principais, à luz dos Direitos Humanos e da Encíclica Laudato Si’, bem como possíveis políticas aplicadas na Promoção da Saúde.

Palavras-chaves: Direitos Humanos; Contexto Socioambiental; Sustentabilidade; Promoção da Saúde; Qualidade de Vida.


Abstract: This study intends, based on empirical research in areas of distinct mangroves, to correlate the quality of life of its residents, in different socioenvironmental contexts. Based on these data, the author proposes to establish a relationship between the two places Porto de Trás and Jardim Gramacho, with their main characteristics, in the way of Human Rights and the Encyclical Laudato Si’, as well as possible practices applied in Health Promotion.

Keywords: Human Rights; Socioenviromental Context; Sustainability; Health Promotion; Quality of Life.

Publicado
Jul 10, 2017
Como Citar
SOUZA, Raquel; SOLLERO-DE-CAMPOS, Flávia. Meu mangue tem frutíferas, onde canta o sabiá. As aves, que aqui gorjeiam, não gorjeiam como lá. Dignidade Re-Vista, [S.l.], n. 3, july 2017. Disponível em: <http://periodicos.puc-rio.br/index.php/dignidaderevista/article/view/377>. Acesso em: 26 sep. 2017.