Histórias midiáticas ou midiatização da história das marcas?

O caso da Nestlé no Brasil, envolvendo o naufrágio do Vapor Itagiba

  • Adriana G. Freitas PUC-SP
  • Eneus Trindade Barreto Filho USP

Resumo

O presente artigo busca discutir o papel da memória e da história na lógica econômica e midiatizadora das organizações em processos de expansões globais, a partir do acontecimento do naufrágio do Vapor Itagiba no Brasil durante a Segunda Guerra Mundial, no que diz respeito às ações de institucionalização e promoção da marca Nestlé no Brasil. O artigo inicia-se apresentando o fato histórico, como acontecimento e os usos midiáticos desta ocorrência em benefício da ação institucional e promoção da memória organizacional da marca Nestlé em sua ação de expansão no contexto brasileiro.  O texto finaliza ressaltando os aspectos teóricos e metodológicos para os estudos de midiatização das marcas na ação da construção das institucionalidades e das memórias organizacionais nas culturas, como possibilidade de estabelecer vínculos com os vários públicos das organizações em seus processos de expansão em vários mercados de consumo.

Publicado
Jun 28, 2019
Como Citar
FREITAS, Adriana G.; TRINDADE BARRETO FILHO, Eneus. Histórias midiáticas ou midiatização da história das marcas?. Revista Alceu, [S.l.], v. 20, n. 38, p. 164-174, june 2019. ISSN 2175-7402. Disponível em: <http://periodicos.puc-rio.br/index.php/revistaalceu/article/view/799>. Acesso em: 21 nov. 2019.
Seção
Artigos