A Abordagem da Hidroeletricidade em Livros Didáticos de Geografia

reflexões e oportunidades

  • Fábio José da Silva Nascimento PUC-Rio

Resumo

Analisam-se as abordagens mais presentes sobre a Hidroeletricidade em livros didáticos atuais de Geografia, referendados pelo Ministério da Educação para o Ensino Médio. Para esse fim, foram selecionadas as seguintes obras: Magnoli (2012); Araújo, Guimarães eTerra(2015); Moreira e Sene (2012); Lozano, Olic e Silva (2012). Neles são identificados discursos sobre os usos e apropriações das águas de bacias hidrográficas, em particular na Amazônia. Também foi apontado como essas obras avaliam os diversos impactos socioespaciais produzidos pelas principais fontes geradoras de eletricidade e quais são as mais promissoras possibilidades de substituição da hidroeletricidade sinalizadas pelas coleções avaliadas. Essa investigação amparou-se nos seguintes instrumentos: pesquisas telematizada (YIN, 2005) e documental, ambas concatenadas à revisão de literatura. Esses procedimentos forneceram subsídios voltados à indicação de oportunidades de aperfeiçoamento dos impressos didáticos examinados, no encerramento das discussões.

Publicado
Dec 14, 2017
Como Citar
NASCIMENTO, Fábio José da Silva. A Abordagem da Hidroeletricidade em Livros Didáticos de Geografia. Revista Educação Geográfica em Foco, [S.l.], v. 1, n. 2, dec. 2017. ISSN 2526-6276. Disponível em: <http://periodicos.puc-rio.br/index.php/revistaeducacaogeograficaemfoco/article/view/468>. Acesso em: 15 oct. 2018.