Êxodos e migrações na região de Lisboa:

a ignição para a explosão metropolitana

  • Teresa Valsassina Heitor
  • Jorge Gonçalves

Resumo

RESUMO
A região de Lisboa sofreu, a partir da segunda metade do sec. XX, diferentes vagas de imigração e migração interna alterando profundamente a sua configuração socio-territorial. O êxodo rural, o retorno forçado dos colonos portugueses a seguir à revolução dos cravos, os refugiados das guerras civis nas ex-colónias portuguesas, e ainda a imigração relacionada com as grandes obras públicas financiadas pela Comunidade Europeia são os exemplos mais marcantes. Desde esse período que a Área Metropolitana de Lisboa nunca mais deixou de se debater com enormes desafios na oferta de alojamento. O artigo procura descrever os impactos destes êxodos e migrações, distintos na intensidade e na forma, mas revelando bem como a habitação permanece o pilar fraco do Estado Social português.
Palavras-chave: Área metropolitana de Lisboa; Habitação informal; Estratégias residenciais; Habitação social


ABSTRACT
The region of Lisbon experienced, from the mid-20th century, successive waves of immigration and internal migration that profoundly altered its socio-territorial configuration. Rural exodus, the forced return of the Portuguese colonists, during and after the wars of independence in the former colonies, and immigration spurred by major public works financed by the European Community, are the most striking examples. Since that time, the Lisbon Metropolitan Area has never ceased facing great challenges in housing provision. The article seeks to describe the impacts of these exodus and migrations, which are distinct in intensity and shape, but reveal how housing supply has remained the weakest pillar of the Portuguese Social State.
Key-Words: Metropolitan area of Lisbon; Informal Settlements; Residential strategies; Public housing

Publicado
Nov 21, 2019
Como Citar
HEITOR, Teresa Valsassina; GONÇALVES, Jorge. Êxodos e migrações na região de Lisboa:. Revista Prumo, [S.l.], v. 4, n. 6, nov. 2019. ISSN 2446-7340. Disponível em: <http://periodicos.puc-rio.br/index.php/revistaprumo/article/view/1180>. Acesso em: 05 apr. 2020. doi: http://dx.doi.org/10.24168/revistaprumo.v4i6.1180.