A imigração e a questão "étnica", ganhos ou perda de identidade?

uma reflexão em torno dos hutus e tutsis residentes na província moçambicana de Nampula

  • Sérgio de Melo Doce Taibo Doutorando em História, Política e Bens Culturais, Bolsista da CAPES | FGV- RIO | DCSF

Resumo

RESUMO
Desde a existência da humanidade, os indivíduos têm se deslocado de um lugar para o outro por diversas razões e à procura de melhores condições de vida. Este é o caso dos hútus e tutsis de Ruanda e Burundi, que devido aos conflitos étnicos e políticos em que estão mergulhados, têm se deslocado para lugares em que gozavam de relativa estabilidade, como é o caso de Moçambique. Nesta perspectiva, o texto tem como objetivo refletir sobre a imigração, tendo em conta a questão étnica, partindo do pressuposto de que os imigrantes podem perder ou ganhar uma nova identidade no local de chegada. Para a análise do texto, basear-se-á na teoria individualista push-pull defendida por Ernest Ravenstein, e, mais tarde, por Everett Lee e a teoria estruturalista da abordagem transnacionalista. Contudo, são várias as dificuldades enfrentadas pelos imigrantes. Mesmo sendo de origem étnica diferente, estes sentem-se obrigados a assimilar parte da cultura moçambicana para que se possam sentir integrados dentro da sociedade acolhedora.
Palavras-chave: Assimilação; “grupos étnicos”; hutus; tutsis e imigrante.


ABSTRACT
Since the existence of humanity, individuals have moved from one place to another for various reasons and in search of better living conditions. This is the case of the Hútus and Tutsis of Rwanda and Burundi who, because of the ethnic and political conflicts in which they are immersed, have moved to places where they enjoyed relative stability, as in the case of Mozambique. In this perspective, the text aims to reflect on immigration taking into account the ethnic issue, starting from the assumption that immigrants can lose or gain a new identity in the place of arrival. For the analysis of the text, it will be based on the push-pull individualist theory defended by Ernest Ravenstein, and later by Everett Lee and the structuralist theory of the transnationalist approach. However, there are many difficulties faced by immigrants, even if they are of a different ethnic origin, who feel obliged to assimilate part of the Mozambican culture in order to feel integrated within the welcoming society.
Key-words: Assimilation; “ethnic groups”; hutus; tutsis and immigrant.

Publicado
Nov 25, 2019
Como Citar
TAIBO, Sérgio de Melo Doce. A imigração e a questão "étnica", ganhos ou perda de identidade?. Revista Prumo, [S.l.], v. 4, n. 6, nov. 2019. ISSN 2446-7340. Disponível em: <http://periodicos.puc-rio.br/index.php/revistaprumo/article/view/1182>. Acesso em: 22 jan. 2020. doi: http://dx.doi.org/10.24168/revistaprumo.v4i6.1182.