Arquiteturas da grande cidade

modernidades intermediárias

  • Horacio Torrent, Dr. Pontifícia Universidade Católica do Chile

Resumo

A arquitetura moderna deu forma aos processos de concentração urbana no Chile entre 1930 e 1960, não só das grandes cidades como das intermediárias. Tanto a iniciativa pública quanto a privada foram protagonistas de uma transformação espacial da cidade, entendida também como motor do próprio crescimento econômico, ao depositar confiança na indústria da construção e na produção da arquitetura moderna. As concepções arquitetônicas desse momento integraram ideias claras sobre um novo tipo de urbe que se desdobrava sobre o território. Os casos de Osorno nos anos 1930, Chillán nos 1940 e Arica nos 1950-1960 são exemplos claros da transição temporal das ideias e da relação dialética entre arquitetura moderna e desenvolvimento urbano.


Palavras-chave: arquitetura chilena; modernidade; desenvolvimento urbano. 

Publicado
Jul 10, 2017
Como Citar
TORRENT, Horacio. Arquiteturas da grande cidade. Revista Prumo, [S.l.], v. 2, n. 3, july 2017. ISSN 2446-7340. Disponível em: <http://periodicos.puc-rio.br/index.php/revistaprumo/article/view/384>. Acesso em: 23 nov. 2017. doi: http://dx.doi.org/10.24168/revistaprumo.v2i3.384.