A contribuição da Teologia Feminista Latino-Americana para a Promoção do Diálogo Inter-Religioso

  • Edla Eggert PUCRS
  • Luísa de Lucas PUCRS

Resumo

Este artigo tem a finalidade de analisar os fatores que contribuíram para a emergência da Teologia Feminista na América Latina, as fases dessa produção e as estratégias que possibilitaram a sua consolidação e o reconhecimento no campo acadêmico de hegemonia masculina, para compreender o status dessa Teologia e a sua importância no campo do saber teológico e do diálogo inter-religioso. A Teologia Feminista ganha vida através das experiências cotidianas de mulheres e homens por meio de fatores socioculturais, étnico/raciais, entre outros. Com raízes na Teologia da Libertação, a teologia feminista latino-americana surge ligada ao Primeiro Mundo, mas depois segue com suas características próprias a partir da singularidade do contexto latino-americano. Através da atuação de tantas mulheres, seja pelo estudo da Bíblia, nas comunidades e em suas igrejas, elas ocupam seu espaço, encontram novos desafios da nossa atualidade, entre eles, a contribuição e a reflexão da Teologia Feminista diante do pluralismo religioso. A teologia feminista pode contribuir com essa revisão do lugar da religião no projeto de libertação e promover uma teologia de integridade, paz e dialogicidade num Continente tão multicultural, de diferentes etnias, raças e religiosidades.

Publicado
Jul 31, 2020
Como Citar
EGGERT, Edla; LUCAS, Luísa de. A contribuição da Teologia Feminista Latino-Americana para a Promoção do Diálogo Inter-Religioso. Pesquisas em Teologia, [S.l.], v. 3, n. 5, p. 27-46, july 2020. ISSN 2595-9409. Disponível em: <http://periodicos.puc-rio.br/index.php/pesquisasemteologia/article/view/1284>. Acesso em: 26 sep. 2020. doi: http://dx.doi.org/10.46859/PUCRio.Acad.PqTeo.2595-9409.2020v3n5p27.
Seção
Artigos do dossiê