Pós-modernidade e a busca de sentido da vida

O neopentecostalismo da IURD e a racionalização da magia como identidade

  • Glauco Barsalini Pontifícia Universidade Católica de Campinas
  • Natália Fernandes Mororó Pontifícia Universidade Católica de Campinas

Resumo

Este artigo investiga a crise de identidade na pós-modernidade e, também, como os novos movimentos religiosos pentecostais ganharam espaço neste contexto. A proposta acontece em torno de uma instituição neopentecostal que se aproxima dos sujeitos em crise através das mídias sociais, inclusive por meio de programas televisivos presentes no cotidiano dos brasileiros. Perscruta, através de pesquisas já realizadas com membros desta instituição e do site oficial da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), os significados que a sua teologia (denominada por Teologia da Prosperidade) ganham no dia a dia dos fiéis, que esta instituição religiosa chamará de organização de vida e superação das dificuldades do cotidiano. Ao referenciar-se em pensadores contemporâneos como Zygmunt Bauman, Stuart Hall e Anthony Giddens, na teologia crítica, na sociologia da religião, na antropologia da religião e nas ciências da religião, o método utilizado combina o estudo bibliográfico com a netnografia.

Publicado
Dec 30, 2021
Como Citar
BARSALINI, Glauco; MORORÓ, Natália Fernandes. Pós-modernidade e a busca de sentido da vida. Pesquisas em Teologia, [S.l.], v. 4, n. 8, p. 298-317, dec. 2021. ISSN 2595-9409. Disponível em: <http://periodicos.puc-rio.br/index.php/pesquisasemteologia/article/view/1616>. Acesso em: 18 may 2022. doi: http://dx.doi.org/10.46859/PUCRio.Acad.PqTeo.2595-9409.2021v4n8p298.
Seção
Artigos do dossiê