A visão pós-moderna de prazer e os desafios à vida cristã

Uma reflexão ético-teológica sobre a formação da consciência do sujeito cristão

  • André Luiz Boccato de Almeida Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
  • Lúcia Eliza Ferreira da Silva Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Resumo

O presente artigo pretende analisar o tema do prazer no contexto da pós-modernidade com o seu impacto na formação do sujeito cristão. Essa é uma questão que interpela a consciência diante da complexidade de integração da pessoa em todos os aspectos. O tema do prazer, na tradição cristã, foi sempre relegado a uma visão antropológica dualista e repressora, nem sempre sendo compreendido na totalidade da vida da pessoa. Com a pós-modernidade, o prazer desloca-se de uma visão antropológica integral para uma perspectiva fragmentada e reducionista. Diante deste cenário, em um primeiro momento, serão abordadas as marcas e heranças da culpa e do prazer na tradição cristã. Posteriormente, focar-se-á acerca do dilema do prazer na cultura propriamente pós-moderna. Enfim, numa perspectiva ético-teológica, propor-se-á uma reflexão em torno do aspecto formativo, condição essencial para a vida do sujeito cristão.

Publicado
Dec 30, 2021
Como Citar
ALMEIDA, André Luiz Boccato de; SILVA, Lúcia Eliza Ferreira da. A visão pós-moderna de prazer e os desafios à vida cristã. Pesquisas em Teologia, [S.l.], v. 4, n. 8, p. 262-279, dec. 2021. ISSN 2595-9409. Disponível em: <http://periodicos.puc-rio.br/index.php/pesquisasemteologia/article/view/1625>. Acesso em: 18 may 2022. doi: http://dx.doi.org/10.46859/PUCRio.Acad.PqTeo.2595-9409.2021v4n8p262.
Seção
Artigos do dossiê