O pecado de Sodoma

conexões, incidentes e o lugar da ideologia na interpretação de Gn 18,20 e 19,5

  • Adriano da Silva Carvalho

Resumo

A leitura de Gênesis 18,20 não deixa claro qual é o pecado de Sodoma. O texto hebraico diz apenas que a transgressão dos habitantes dessa cidade se agravou muito: “ְוחַטָּאתָם– “vëchatåtåm” - “כָבְדָה” – “khåvëdåh” - “מְאֹד” – “mëod”. Mesmo a passagem de Gn 19,5 não dá pista de um pecado específico: nessa passagem parece mais evidente que os sodomitas estão violando os cânones normais da hospitalidade. Mas, então por que o imaginário popular e alguns intérpretes identificam o pecado de Sodoma com a homossexualidade? Esta pesquisa vai demonstrar que uma série de fatores levou a esse tipo de interpretação. Primeiro foi entendido que Gn 19,5 dava uma indicação da orientação sexual dos habitantes de Sodoma; em seguida as passagens de Levítico 18,22 e 20,13 foram evocadas para regular essa opinião; o passo seguinte foi estabelecer uma conexão de Gn 18,20 e 19,5 com os comentários de Paulo em Romanos 1 nos quais se associou o pecado de Sodoma ao sexo homossexual. Essa conexão foi sustentada por Agostinho e também pelo autor da “Visio Sancti Pauli”. A junção desses fatores foi o catalisador para as tradições posteriores nas quais o pecado de Sodoma é apresentado como sendo o sexo homossexual.

Publicado
Jul 4, 2022
Como Citar
CARVALHO, Adriano da Silva. O pecado de Sodoma. Pesquisas em Teologia, [S.l.], v. 5, n. 9, p. 128-146, july 2022. ISSN 2595-9409. Disponível em: <http://periodicos.puc-rio.br/index.php/pesquisasemteologia/article/view/1671>. Acesso em: 08 dec. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.46859/PUCRio.Acad.PqTeo.2595-9409.2022v5n9p128.
Seção
Artigos em temas diversos