Quando Adolphe Gesché redescobre Jó

um ensaio sobre o papel da doença na teodiceia

  • Doaldo Ferreira Belem PUC-Rio

Resumo

O presente trabalho objetiva fornecer um diálogo entre a Teologia Bíblica e a Sistemática, ao utilizar os pressupostos de Adolphe Gesché nas suas reflexões acerca da doença no livro “O Mal” para analisar o comportamento dos personagens do livro canônico de Jó: o “Jó rebelde” e o contra Deum; os amigos de Jó e o Pro Deum; Eliú e o In Deo; o recurso de Jó a Deus e o Ad Deum; e o Jó restabelecido e o Cum Deum. Onde está Deus nessa situação, e onde estamos nós em relação a Deus: negamos sua existência, ou estamos contra Deus? Queremos justificar a Deus, culpando exclusivamente o homem? Ele se importa conosco? Podemos orar a Deus? Ele está ou não conosco? Neste ponto, auxilia a obra de Queiruga “Repensar a Salvação”, que esmiúça a questão da oração de petição nessas ocasiões e conclui: Deus está conosco (Cum Deum), ainda que não o vejamos, ainda que não possa substituir imediatamente a compreensão do amigo ou o bisturi do médico, ainda que permita nos afundar na dor e, por fim, na morte. Esse é o preço inextinguível da finitude.

Publicado
Dec 28, 2020
Como Citar
BELEM, Doaldo Ferreira. Quando Adolphe Gesché redescobre Jó. Pesquisas em Teologia, [S.l.], v. 3, n. 6, p. 265-284, dec. 2020. ISSN 2595-9409. Disponível em: <http://periodicos.puc-rio.br/index.php/pesquisasemteologia/article/view/871>. Acesso em: 23 jan. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.46859/PUCRio.Acad.PqTeo.2595-9409.2020v3n6p265.