EXPERIÊNCIA DE COMPRA ONLINE: EXPLORAÇÕES A PARTIR DO DESIGN THINKING

  • Maicom Sergio Brandão Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, Brasil
  • Oswaldo Miguel Universidade de São Paulo, Escola de Comunicação e Artes, São Paulo, Brasil
  • Tatiana M Machado Universidade de São Paulo, Escola Politécnica, São Paulo, Brasil
  • Gabriel Rampini Universidade de São Paulo, Escola Politécnica, São Paulo, Brasil
  • Diane Aparecida Reis Universidade de São Paulo, Escola Politécnica, São Paulo, Brasil

Resumo

O presente estudo aborda a melhoria da experiência na compra online por meio do design thinking, identificando e apresentando uma solução para uma das principais dores identificadas nesse meio, que é a ausência da prova física de produtos de vestuário. Considerando os aspectos comportamentais, essenciais para o pensamento de experiência do usuário, a pesquisa identificou que a experimentação dos produtos de vestuário aumenta a confiança para a compra e reduz o risco de troca do produto. A identificação da dor e construção da solução contemplou um conjunto de etapas realizadas dentro da abordagem do design thinking, que foram: uma revisão sistemática da literatura; benchmarkings e análise de dados secundários; entrevistas em profundidade com usuários; uso de ferramentas do design como criação de personas, mapa de empatia, jornada do usuário e ponto de vista; e desenvolvimento e teste de protótipos. Foi identificado que aspectos visuais, como a qualidade e a diversidade de imagens e a disponibilidade de informações, e um sistema de recomendação de tamanho contribuem para a melhoria da experiência de compra online e que podem ser utilizados de forma complementar.

Publicado
Jun 30, 2020
Como Citar
BRANDÃO, Maicom Sergio et al. EXPERIÊNCIA DE COMPRA ONLINE: EXPLORAÇÕES A PARTIR DO DESIGN THINKING. Ergodesign &amp; HCI, [S.l.], v. 8, n. 1, p. 20-46, june 2020. ISSN 2317-8876. Disponível em: <http://periodicos.puc-rio.br/index.php/revistaergodesign-hci/article/view/1437>. Acesso em: 23 jan. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.22570/ergodesignhci.v8i1.1437.