ÁUDIO DINÂMICO: O DESIGN DE SOM NOS AMBIENTES INTERATIVOS

  • Luiz Roberto Carvalho UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
  • Alice Theresinha Cybis Pereira UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

Nos ambientes interativos, o uso do som não tem avançado como tecnologia na mesma proporção de desenvolvimento dos elementos gráficos, e a predominância do estímulo visual tem feito com que usuários – e desenvolvedores – tomem a ausência do estímulo sonoro como um padrão. Como resultado, tem-se experimentado um universo de interfaces não-sonoras ou poluídas acusticamente. No entanto, nos últimos 20 anos, uma série de esforços tem sido conduzidos por diversos pesquisadores para que o som adquira significado e relevância na área de IHC. O presente estudo objetiva sumarizar tais esforços, bem como expor os conceitos pertinentes do áudio dinâmico, e contextualizar sua aplicação. Ao levantar tais questões, busca-se contribuir para que as discussões acerca do design de som e do design de interface adquiram relevância, e a temática de estudo venha a se desenvolver de modo consistente.

Publicado
Dec 12, 2017
Como Citar
CARVALHO, Luiz Roberto; THERESINHA CYBIS PEREIRA, Alice. ÁUDIO DINÂMICO: O DESIGN DE SOM NOS AMBIENTES INTERATIVOS. Revista Ergodesign & HCI, [S.l.], v. 5, n. Especial, p. 180 - 194, jan. 1970. ISSN 2317-8876. Disponível em: <http://periodicos.puc-rio.br/index.php/revistaergodesign-hci/article/view/358>. Acesso em: 12 dec. 2017.