AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE COM O WEB CONTENT ACCESSIBILITY GUIDELINES (WCAG)

EXPERTISE DO AVALIADOR E SUA RELAÇÃO COM TÉCNICAS DE INSPEÇÃO

  • Edson Rufino de Souza Universidade Federal do Espírito Santo

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar etapas de uma pesquisa que estudou a relação entre uma técnica de avaliação de acessibilidade – a verificação de conformidade de sítios eletrônicos com o WCAG 2.0 – com as características do perfil do avaliador. Para este fim, preliminarmente foram feitos dois estudos exploratórios: primeiro com diferentes perfis de expertise de avaliadores e roteiro predeterminado e segundo com avaliador com alto nível de expertise e roteiro livre, sendo predefinida apenas a técnica a ser utilizada. Os estudos indicaram (1) a confirmação de uma alta relação de um perfil mais aderente aos conhecimentos sobre acessibilidade e tecnologias web com os resultados da avaliação e (2) a possibilidade de interpretações equivocadas da aplicação de uma técnica sem predefinição de todos os passos a serem seguidos. A partir disso, com roteiro predefinido a partir do documento WCAG-EM 1.0, foi feito um terceiro estudo, apenas com voluntários avaliadores com nível adequado de conhecimento e experiência relacionados à acessibilidade, recrutados por meio de questionário on-line. Dos 83 respondentes, houve 62 respostas válidas e 25 preencheram os critérios para serem considerados aptos à etapa de avaliação de acessibilidade. Dentre estes, nove voluntários realizaram avaliações individuais pela técnica estudada segundo roteiro predefinido, e os resultados foram comparados entre si. Houve muitas inconsistências de entendimento e na maneira de informar os problemas, destacando-se de forma significativa um dos avaliadores que teve melhor autoavaliação em relação aos demais. Os resultados confirmaram a importância do perfil do avaliador para a efetividade da técnica de verificação de conformidade.

Publicado
Jul 5, 2018
Como Citar
SOUZA, Edson Rufino de. AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE COM O WEB CONTENT ACCESSIBILITY GUIDELINES (WCAG). Revista ErgodesignHCI, [S.l.], v. 6, n. Especial, p. 73 - 84, july 2018. ISSN 2317-8876. Disponível em: <http://periodicos.puc-rio.br/index.php/revistaergodesign-hci/article/view/519>. Acesso em: 14 nov. 2018. doi: http://dx.doi.org/10.22570/ergodesignhci.v6iEspecial.519.