O Museu de Arte do Rio

Diálogo entre tempos e espaços

  • Ivo Renato Giroto Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo - FAU-USP

Resumo

O artigo analisa o Museu de Arte do Rio (MAR), a partir dos diálogos que sua arquitetura estabelece com a história dos edifícios preexistentes e suas partes constitutivas. Trata também das relações travadas entre o conjunto e o entorno urbano, a paisagem e a cidade como um todo. Obra do escritório Bernardes & Jacobsen inaugurada em 2013 no âmbito das ações do Projeto Porto Maravilha, o museu nasce inserido em uma das áreas histórico-culturais mais significativas da cidade. Estes intensos e obrigatórios diálogos com o patrimônio urbano e edificado insere o novo museu no extenso rol de equipamentos culturais brasileiros abrigados em edifícios de reconhecido valor histórico. É sobre a intensidade destes diálogos que trata o texto a seguir.
Palavras-chave: Museu de Arte do Rio, MAR, arquitetura contemporânea, museus, patrimônio arquitetônico.

Publicado
Oct 30, 2018
Como Citar
GIROTO, Ivo Renato. O Museu de Arte do Rio. Revista Prumo, [S.l.], v. 3, n. 4, p. 16, oct. 2018. ISSN 2446-7340. Disponível em: <http://periodicos.puc-rio.br/index.php/revistaprumo/article/view/596>. Acesso em: 09 dec. 2018. doi: http://dx.doi.org/10.24168/revistaprumo.v3i4.596.
Seção
Artigos