Lendo o Salmo 46 em contextos possíveis

do terremoto à fusão de horizontes

  • Adriano da Silva Carvalho INSTITUTO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA -IBEI-RJ

Resumo

A história da interpretação do Salmo 46 tem sido articulada em torno da busca pelo seu contexto. Alguns comentaristas procuraram fixar sua circunstância histórica em certos eventos do passado de Israel como, por exemplo, o sítio do exército de Senaqueribe sobre Judá ou um grande evento geológico como um terremoto. Outros afirmaram que o autor do Salmo não tinha em mente um evento pretérito, mas futuro, ou seja, um tempo de paz e cessação das guerras. Mas essa procura pelo contexto dos dias do autor é realmente imprescindível para o leitor moderno? O desempenho do leitor com o texto depende de uma configuração fixa e estável? O ato de ler não é articulado? O entendimento resulta da relação com um dado objeto ou com a história dos seus efeitos? A leitura diligente de qualquer texto não deve culminar na fusão do passado com o presente? Os horizontes do leitor não devem ser levados em questão na interpretação de um texto? Esta pesquisa buscará responder a essas questões.

Publicado
Jun 26, 2023
Como Citar
CARVALHO, Adriano da Silva. Lendo o Salmo 46 em contextos possíveis. Pesquisas em Teologia, [S.l.], v. 6, n. 11, p. 159-174, june 2023. ISSN 2595-9409. Disponível em: <https://periodicos.puc-rio.br/index.php/pesquisasemteologia/article/view/1894>. Acesso em: 20 apr. 2024. doi: http://dx.doi.org/10.46859/PUCRio.Acad.PqTeo.2595-9409.2023v6n11p159.
Seção
Artigos em temas diversos