Prática litúrgica dos Salmos no nascimento da Igreja até Agostinho

  • Jonathan Batista Maximo Salgado PUC Rio

Resumo

Essa pesquisa pretende pôr em evidência alguns elementos relacionados a prática litúrgica do uso dos salmos na Igreja cristã em seus primeiros séculos de existência, começando com a Igreja Primitiva até Agostinho de Hipona, meados do quinto século. Evidência esta, que no que lhe concerne, busca colaborar com a reflexão atual sobre a dimensão litúrgica da Igreja. Para isso, alguns elementos são destacados durante o texto. Em primeiro lugar, a grande relevância do saltério hebraico na formação litúrgica da Igreja em sua musicalidade e piedade, privada e comunitária. O segundo momento, já no período Patrístico, a importância dos salmos na teologia e apologética da Igreja. Por fim, a influência do texto sálmico na vida, obra e ministério de Agostinho, Bispo de Hipona. Essa construção histórico-teológica busca contribuir com a pesquisa sobre o uso dos Salmos na liturgia cristã.

Publicado
Apr 30, 2024
Como Citar
BATISTA MAXIMO SALGADO, Jonathan. Prática litúrgica dos Salmos no nascimento da Igreja até Agostinho. Pesquisas em Teologia, [S.l.], v. 7, n. 13, p. 1 - 10, apr. 2024. ISSN 2595-9409. Disponível em: <https://periodicos.puc-rio.br/index.php/pesquisasemteologia/article/view/1896>. Acesso em: 27 may 2024. doi: http://dx.doi.org/10.46859/PUCRio.Acad.PqTeo.2595-9409.2024v7n13a02.
Seção
Artigos em temas diversos