O presbítero no pontificado do Papa Francisco

  • Antonio de Lisboa Lustosa Lopes Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
  • Renan Mascarenhas Santos

Resumo

Desde a primeira aparição pública, minutos após o Habemmus papam, Francisco tem surpreendido o mundo e a Igreja com suas palavras e, sobretudo, com os seus gestos. Se na tradição bíblica o nome revela a sua missão, falar de Francisco nos remete ao santo de Assis que foi movido por aquelas palavras: “Reconstrói a minha Igreja”. Assim também o Papa Francisco, desde o início do seu ministério petrino, tem buscado retornar às fontes da fé cristã, como auspiciou o Concílio Vaticano II. Ao mesmo tempo, Francisco quer que a Igreja seja instrumento e testemunha de paz e comunhão. Evidentemente que não serão poucos os obstáculos e oposições ao Papa, sobretudo, por quem sustenta um cristianismo europeizado. Sendo, o presbítero chamado a tomar parte nesta renovação, o que o Papa Francisco espera dos presbíteros? Este artigo apresenta reflexões sobre o perfil do presbítero a partir do pontificado de Francisco. Ao mesmo tempo, traz algumas pistas para a formação sacerdotal, iluminadas pela Ratio Fundamentalis Institutionis Sacerdotalis (RFIS), um importante documento que contém as diretrizes formativas para os Seminários e casas de formação em todo o mundo.

Publicado
Jun 26, 2023
Como Citar
LUSTOSA LOPES, Antonio de Lisboa; MASCARENHAS SANTOS, Renan. O presbítero no pontificado do Papa Francisco. Pesquisas em Teologia, [S.l.], v. 6, n. 11, p. 56-71, june 2023. ISSN 2595-9409. Disponível em: <https://periodicos.puc-rio.br/index.php/pesquisasemteologia/article/view/1907>. Acesso em: 15 apr. 2024. doi: http://dx.doi.org/10.46859/PUCRio.Acad.PqTeo.2595-9409.2023v6n11p56.
Seção
Artigos do dossiê