Os rastros em trânsito

disputas de sentido nos processos de apropriação e reapropriação de discursos do Papa Francisco

  • Bruna Mattana Pereira Unisinos

Resumo

Esta pesquisa é oriunda de minha dissertação de mestrado e se inscreve no âmbito dos estudos de midiatização. Ela analisa de que forma se configuram as disputas de sentido nos processos de apropriação e reapropriação de discursos do Papa Francisco. Nosso interesse partiu da notória visibilidade que os discursos e atitudes do pontífice ganham na mídia, desde quando assumiu a liderança na Igreja Católica, em março de 2013. A fim de compreendermos tal fenômeno, nos apoiamos no conceito de circulação – que entendemos como um lugar de embates – e, a partir dos estudos de Braga (2008) e Guinzburg (1989), iniciamos nosso percurso metodológico na busca de indícios que nos ajudassem a fazer inferências, por meio de um mergulho no objeto empírico. Após esse processo chegamos ao nosso caso de pesquisa, que é formado por três episódios, sendo que cada um deles abrange o discurso religioso proferido pelo papa, a reverberação de sua fala em matérias jornalísticas e a apropriação do discurso por atores sociais. Para materializarmos nossa análise, trazemos como objeto empírico neste artigo o discurso do Papa Francisco na solenidade de Lava-Pés de 2018, proferido em 29 de março.

Publicado
Jun 26, 2023
Como Citar
PEREIRA, Bruna Mattana. Os rastros em trânsito. Pesquisas em Teologia, [S.l.], v. 6, n. 11, p. 91-107, june 2023. ISSN 2595-9409. Disponível em: <https://periodicos.puc-rio.br/index.php/pesquisasemteologia/article/view/1917>. Acesso em: 06 dec. 2023. doi: http://dx.doi.org/10.46859/PUCRio.Acad.PqTeo.2595-9409.2023v6n11p91.
Seção
Artigos do dossiê