O Que o Olhar não Vê, o Ouvir Constrói

utilizando paisagens sonoras para um ensino geográfico inclusivo

  • Luíza Martins Veríssimo e Silva Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)

Resumo

O presente estudo visa compreender e analisar, a partir da aprovação e implementação da Lei Brasileira de Inclusão de 2015, as condições para inclusão dos alunos com deficiências visuais no sistema regular de ensino em unidades escolares selecionadas e, a partir dos resultados obtidos, propor a utilização das paisagens sonoras como alternativa metodológica capaz de estimular um processo de aprendizagem geográfica mais inclusivo.


Palavras-chave: Geografia Inclusiva, Educação Geográfica


 


Abstract


The following case study explores the understanding and analysis of the Brazilian Right of Inclusion, established in 2015. The collected results within this article offer a view point in the utilization of audible landscapes as a pedagogical tool, underlining a geographical learning process inclusive to all pupils.


Key words: Inclusive Geography, Geographical Education

Publicado
Apr 9, 2020
Como Citar
SILVA, Luíza Martins Veríssimo e. O Que o Olhar não Vê, o Ouvir Constrói. Revista Educação Geográfica em Foco, [S.l.], v. 4, n. 7, apr. 2020. ISSN 2526-6276. Disponível em: <http://periodicos.puc-rio.br/index.php/revistaeducacaogeograficaemfoco/article/view/1158>. Acesso em: 27 sep. 2020.