Geografia e Educação Inclusiva

breves reflexões sobre o ensino de pessoas com deficiência visual

  • André Luiz Bezerra da Silva Instituto Benjamin Constant

Resumo

Nesse artigo tenta-se tratar um pouco, na forma de um pequeno ensaio, sobre o que seja talvez uma das maiores preocupações e desafios no contexto atual do ensino de geografia, onde o exercício da docência, cada vez mais complexo, exige a busca constante de caminhos que considerem as diferenças em suas várias nuances, facultando o conhecimento a que todos têm direito. O conceito de inclusão, acredita-se, perpassa significados como reconhecer, compreender, abranger, fazer parte e fazer pertencer, o que exige mudanças em relação ao ensino e à concepção e produção de recursos didáticos. A Geografia, ciência que pode ser entendida antes de tudo como uma forma especial de pensar, possibilita, por vários recursos, compreender a realidade espacial produzida em sociedade, revelando-se, assim entende-se, essencial na educação inclusiva. O objetivo da pesquisa envolve analisar de forma breve algumas possíveis demandas e desafios no ensino de alunos cegos ou com baixa visão, a partir dos materiais didáticos especializados utilizados no ensino de geografia no Instituto Benjamin Constant (IBC) - Brasil, para a construção de um processo de ensino e aprendizagem que seja inclusivo e que ao mesmo tempo desperte a atenção para a importância da ciência geográfica. O estudo caracteriza-se por ser qualitativo, com suporte teórico em autores da literatura sobre o tema de ensino e inclusão, apoiado por uma análise das condições gerais de concepção e produção de materiais didáticos para o ensino de geografia no IBC.


Palavras-chave: Inclusão; ensino; geografia; deficiência visual


 


Abstract


In this article we try to treat a little, in the form of a short essay, about what is perhaps one of the biggest concerns and challenges in the current context of geography teaching, where the increasingly complex teaching exercise requires the constant search in ways that consider the differences in their various nuances, providing the knowledge to which everyone is entitled. The concept of inclusion, it is believed, permeates meanings such as recognizing, understanding, encompassing, being part of and belonging to, which requires changes in relation to teaching and the design and production of didactic resources. The Geography, a science that can be understood above all as a special way of thinking, makes it possible, through various resources, to understand the spatial reality produced in society, proving to be essential in inclusive education. The objective of the research involves briefly analyzing some possible demands and challenges in the teaching of blind or low vision students, from the specialized teaching materials used in geography teaching at the Benjamin Constant Institute (IBC) - Brazil, for the construction of a teaching and learning process that is inclusive and at the same time draws attention to the importance of geographical science. The study is characterized by being qualitative, with theoretical support in literature authors on the subject of teaching and inclusion, supported by an analysis of the general conditions of conception and production of didactic materials for teaching geography at IBC.


Keywords: Inclusion; teaching; geography; Visual impairment

Publicado
Oct 21, 2020
Como Citar
BEZERRA DA SILVA, André Luiz. Geografia e Educação Inclusiva. Revista Educação Geográfica em Foco, [S.l.], v. 4, n. 8, oct. 2020. ISSN 2526-6276. Disponível em: <http://periodicos.puc-rio.br/index.php/revistaeducacaogeograficaemfoco/article/view/1165>. Acesso em: 28 nov. 2020.